segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Quando é que este País toma vergonha na cara?

Jorge Viegas Vasconcelos era presidente da ERSE - Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, organismo que pouca gente conhece, e que serve, principalmente para a supervisão e regulação dos preços da electricidade, gás natural e petróleo. Também efectua estatísticas acerca do sector e tem um Espaço do Consumidor. Na práctica, o que, uma secretaria de Estado do Ministério da Economia poderia fazer num pequeno País como Portugal.

O senhor acima designado demitiu-se quando pretendia que os aumentos da electricidade ainda fossem maiores. Ora, quando alguém se demite do seu emprego, fá-lo por sua conta e risco, não lhe sendo devidos, pela entidade empregadora, quaisquer reparos, subsídios ou quaisquer outros benefícios.
O surreal, que em Portugal se vai tornando cada vez mais real, é que Jorge Vasconcelos vai para casa com 12 mil euros por mês durante o máximo de dois anos, até encontrar um novo emprego. Isto passou ao lado dos grande média (logo a população não sabe, não passou na TV - logo não aconteceu!), mas, mesmo assim o Ministério da Economia foi sondado por uma minoria jornalística, ao qual respondeu que «o regime aplicado aos membros do conselho de administração da ERSE foi aprovado pela própria ERSE» e que, «de acordo com o artigo 28 dos estatutos da ERSE, os membros do conselho de administração estão sujeitos ao estatuto de gestor público em tudo o que não resultar desses estatutos», ou seja, e descodificando, sempre que os estatutos da ERSE forem mais vantajosos para os seus gestores, o estatuto de gestor público não se aplica.

Mas, o caro e incauto leitor, pergunta aos seus próprios botões - Mas afinal para que serve a ERSE?
A missão da ERSE consiste em fazer cumprir as disposições legislativas para o sector energético.
Sendo assim, os governos, os tribunais ou a polícia são meras personagens inventadas por um adepto em cocaine, qual "Alice no país das maravilhas", com a dama de copas, o Humpty Dumpty e coelho que estava sempre cheio de pressa.
Não está em causa o indivíduo, Jorge Vasconcelos, que deverá ser um senhor muito educado, de competência profissional comprovada e uma excelente pessoa. O mal está no sistema que permite estes abusos, a falta de ética, a pouca vergonha e o cuspir para cima de quem trabalha para receber um ordenado no fim do mês. E tudo dentro das maiores das legalidades.

Um País governado por um partido único há mais de 30 anos, o PS/D, o qual o seu maior brilhantismo técnico foi de nos deixar na cauda da Europa, apesar dos milhões que jorraram, nos finais dos anos 80 e ínicios dos anos 90. Governos (excelsos alunos Bilderberg) que delapidaram o erário público à machadada sem qualquer peso na consciência e sem que ninguém lhes ponha um travão. Deixando e oferecendo a "amigos" o banquete.
Infelizmente estes casos são cada vez mais comuns, as pessoas encolhem os ombros e tudo fica por aí.
Não digo que tem de haver a mudança. Digo que ela ocorrerá e grassará a bem ou mal.



O Tempo Não Pára, e se me permite, acrescento que, o Tempo o trata por tu.

Publicado em simultâneo no Cheira-me a Revolução!

10 comentários:

Susana Ferreira disse...

É verdade amigo Zorze,o Sistema é que está mal e o Governo que temos também,deixa-se fazer tudo ,e é só vigarices e corrupção neste país.
Pois é realmente este senhor,com o dinheiro com que vai para casa não fazia mal despedir-se ,assim fosse com toda a gente,mas e as pessoas que estão cada vez mais a despedir-se com tantas empresas a fechar e que vão com um miserável subsidio para casa ,menos do que ganhavam de ordenado,e aquelas pessoas já reformadas ou quase,que recebem reformas ou pensões que não dão quase para nada.E esses ministros e outros gestores a ganhar fortunas e a ir para casa também com reformas quase milionárias.Realmente isto agora só há mesmo esses muito ricos ou os outros coitados muito pobres.

Camolas disse...

Inpirador o grande Gazuza,gracias por trazeres a esperança para blogoesfera

malagueto disse...

ó caro amigo,

e como esses tantos! Mas acredita que a mudança surgirá breve, os portugueses não podem ser indefinidamente cegos. Há anos que ando a apregoar que não vejo qualquer tipo de distinção entre estes chulocratas que nos andam a governar há 30 e tal anos.
Aguardemos!

abraço

kadafi disse...

Zorze,...tens toda a razão!

Abraço!

Diogo disse...

Também defendo que vai haver mudança e receio que não seja nada pacífica.

casadegentedoida disse...

Um dia surgiu a desilusão,
Neste País é só corrupção,
Uns mandam e outros não,
Quem se lixa é o Povão.

Erse, Erse, Erse,
Mais parece uma quermesse,
Manda quem pode, pode,
E o resto se f....!

Mas eu não me aflijo não,
O prémio dele está guardado,
Quando tiver as calças na mão,
vai sentir como é ser enrabado.

Mas nem tudo está perdido,
Está guardado o seu castigo,
Ouçam o que digo,
Oh! Vasconcelos, tás fodido.

Aqui vai uma pequena rima para o nosso Amigo do Alheio.
Fiquem Bem.

Soontir Fel disse...

Amigo, devo dizer-te que fiquei positivamente chocado, CHOCADO, digo-te, com esta notícia bombástica - administradores de empresas públicas envolvidos em muscambilhas e cambalachos, com apropriação indevida de dinheiros públicos, peculato e gestão danosa à mistura tudo bem, até se admite, com a tal lógica tuga do "Se todos o fazem quando cá estão, serei eu menos que os outros?", logo seguido do moto do MediaMarkt, esse grande guia dos gestores portugueses "EU É QUE NÃO SOU PARVO!!!"...
Agora beneficiarem-se, através de leis criadas por si próprios, sem supervisão, recorrendo a um sistema de votos entre amigos, não vejo isto desde que este actual governo ganhou a maioria absoluta e gere este país como uma casa de compinchas...
Sinceramente, escandaloso, verdadeiramente escandaloso.
Mas digo-te mais, meu amigo, não é assim que me vão denegrir o espírito, com estas notícias divulgadas por forças ocultas, e sempre em ano de eleições, os pulhas...
Um abraço.

Pata Negra disse...

Vampiros! Partido único! Sempre os mesmos! Os mesmos sobrenomes! Entidades por tudo e por nada! Alerta laranja! Porquê?! porque cada vez que há um alerta laranja, muito dinheiros roda por mãos que contemplam a chuva!
Estamos bem entregues! Um povo que mastigou o analfabetismo do Estado Novo e que rói, agora, a mentira das Novas Oportunidades.
Destruir o sistema educativo público, convém a muita gente!
Um abraço em terra de cegos

Anónimo disse...

Mais um pulha a abater...
Que se matem estes gajos... mataram Cristo e ninguem mata estes filhos da P.U.T.A?

A lista é longa..
Jorge Coelho
Mira Amaral
Mario Soares
Freitas do Amaral
Socrates
o tio do Socrates...

às armas... as armas...
contra os cabroes marchar marchar!!!

Eliana Gerânio Honório. disse...

Bom dia!