domingo, 25 de janeiro de 2009

Dendermonde, Bélgica

Sexta-feira passada um homem de nome Kim D. por volta das 10H30 entrou na creche "País das Fábulas", na localidade de Dendermonde, a 30km a norte de Bruxelas, Bélgica. O indivíduo tinha a cara pintada de branco e os olhos de negro. Matou dois bebés e uma funcionária de 54 anos que tentou proteger as vítimas. Feriu gravemente outras crianças e funcionárias da creche. Munido de três facas, um pequeno machado e um colete à prova de bala. Vivia na localidade de Sinaai (???), perto de Antuérpia, estava desempregado e sozinho. Não tinha antecedentes policiais, nem psiquiátricos.
Estes são os factos.
Tanto a polícia belga, nem os seus habitantes, encontram as respostas.
Antes de procurarmos as respostas, vamos às perguntas, e daí, encontrar algumas respostas.

Que sociedade relacional estamos a criar?
Onde a ambição desmedida e o sucesso (seja o que isso significa) é a bitola de avaliação social. O egoísmo e o esconder as moedas de ouro é a regra.
O desenraízamento de povos é descontrolado e toma focos incontroláveis na perspectiva do comportamento humano.

Poderá isto ter sido fabricado?
Nalguns casos, sim. O controlo da mente tem sido o Santo Graal, dos domínios há já muito tempo. Existem hoje infra-estruturas colossais que objectivam tal fim. Atente-se na lista dos maiores serial-killers do séc. XX, e se repararmos, que a grande maior parte são dos E.U.A. e da ex-União Soviética, diriamos que estavamos perante uma grande coincidência. Excepção de um mexicano e de um chinês. Parte deste top ten foi sujeito a experiências químicas/psíquicas e logo soltos. Objectos de estudo, na forma comportamental para aperfeiçoamentos militares. Monitorizados à distância até ao abate. Chupa-cabras e Tai Lin, eram puros killers e fora do âmbito deste jogo.

Terá sido o rapaz, apenas, um simples burro de carga?
Neste caso específico, aponto mais para aqui, de cofre aberto e altamente susceptível a possessões extrafísicas assediadoras. Com a arte cénica facial, ter sido apelidado de o "Joker Kill", desmentido logo a seguir pelas autoridades belgas. Existe aqui possessão forte e não controlada pelo o possuído - em elevada percentagem - na forma do como e na barbárie. Houve premeditação, na forma como estava armado e equipado, havia mais creches que constavam da lista. O não negar, nem confessar são comportamentos típicos. O não diálogo, é de quem está baralhado e ainda não está liberto de influências não terrenas.
Agora no depois, o caminho, é tentar estabelecer canais de comunicação com o indivíduo, para perceber o porquê.

Houvesse quem lesse e entendesse o antes, os sinais, e poderia ter-se frustrado tal acto. Poderia ter-se liquidado o homem antes de efectuar, o que lhe influenciaram. Em casos extremos, por vezes, o diálogo não resulta, a acção coerente é a liquidação.

Como não existe nada por acaso, seria de analizar as vítimas. Seriam crianças indigo? Crianças de luz? Ou apenas estavam no sítio errado, na hora errada?

5 comentários:

Pata Negra disse...

O diabo existe e é extrafísico!
Um abraço de satanás

Ana Camarra disse...

Zorze

Não sei!
Sei que as crianças eram inocentes, que estes gajos são malucos mas não batem com a cabeça nas paredes.
Apesar do assunto ser triste gosto desta música!

Beijos

Ted Bundy & Charles Manson disse...

Será que as crianças estavam possuidas pelos espíritos dos políticos que enrabaram o mundo? E se sim, o que deveríamos nós ter feito? E se não, com que direito? E mais importante, quantos gajos como este estarão neste momento a compilar as suas próprias listas, à luz de um monitor, sorriso nos lábios e recitando, estilo mantra, "Hoje vai um inocente, amanhã um culpado... Equilíbrio... :)"

Ted Bundy & Charles Manson disse...

Será que as crianças estavam possuidas pelos espíritos dos políticos que enrabaram o mundo? E se sim, o que deveríamos nós ter feito? E se não, com que direito? E mais importante, quantos gajos como este estarão neste momento a compilar as suas próprias listas, à luz de um monitor, sorriso nos lábios e recitando, estilo mantra, "Hoje vai um inocente, amanhã um culpado... Equilíbrio... :)"

kadafi disse...

Zorze, nem sei o que dizer...esses assuntos extrafísicos interessam-me, mas são complicados.
Por exemplo acredito plenamente no que diz o caríssimo Charles Manson(deus o tenha) hehehe que é muito capaz de haver muitos mangas a esta hora a planear essas execuções.

Abraço!