quinta-feira, 8 de maio de 2008

Desenvolvimento Sustentável

Na terça-feira dia 6 deu-se uma conferência sobre "O Desenvolvimento Sustentável" patrocinado pelo jornal Expresso e Grupo BES. Estava tudo muito bonito. Até convidarem Bob Geldof activista dos direitos humanos e rock-star.
No Pestana Palace quando Bob Geldof vai discursar leva no pensamento - "Ai que linda enrabadela vou dar nestas queridas".
º
video
º
"Angola é gerida por criminosos". O músico e activista Bob Geldof é o autor da frase, que abriu uma polémica imprevista. Anteontem, numa conferência sobre Desenvolvimento Sustentável, em Lisboa, Geldof disse também que "as casas mais ricas do Mundo estão [a ser construídas] na baía de Luanda, são mais caras do que em Chelsea e Park Lane". O Grupo Espírito Santo, que co-organizou a conferência, reagiu prontamente, demarcando-se das afirmações do músico "O Grupo Banco Espírito Santo vem, formal e inequivocamente, declarar que é totalmente alheio e não se identifica com as afirmações injuriosas que Bob Geldof proferiu esta tarde num evento Expresso/BES relativamente ao Estado de Angola", lê-se numa nota tornada pública pelo grupo. Logo de seguida, também através de comunicado, foi a vez dos protestos da Embaixada de Angola se fazerem ouvir, que repudiu as "injúrias" proferidas por Geldof. Para a representação diplomática angolana em Lisboa houve "manifesta má fé das palavras proferidas", dado "o teor infundado das mesmas" e "o desconhecimento do esforço que o Estado angolano tem vindo a fazer para melhorar as condições de vida das populações". ( in Jornal de Notícias )
º
A seguir aparecem os snipers de serviço tentando descredibilizar o pujé - técnica habitual, depois da descredibilização fica anulado o discurso. Revelaram-se os interessados em negócios angolanos. Luis Mira Amaral, Joe Berardo e principalmente o Grupo BES que se demarcou instantâneamente das afirmações de Bob Geldof. Os interesses do Grupo em Angola são mais importantes que o sofrimento da população. Eles até pagaram para ele vir e depois ficaram enrascados. Da próxima façam um pequeno questionário introdutório para se saber do que vêm falar, para não haver chatices destas.
Ai estas queridas cabecinhas pensadoras.
º
O mais engraçado é que soube hoje de fonte fidedigna que na sala quando Bob Geldof falava, um preto levantou-se para ir à casa-de-banho para fazer xixi. Houve logo uma excitada jornalista da Lusa que foi perguntar ao staff da conferência se não era o Embaixador de Angola ou algum representante, ao que os empregados responderam meio atrapalhados - "É, acho que sim, não sei ...".
À noite os telejornais disparam - "Embaixador Angolano retira-se imediatamente após as declarações de Bob Geldof". Que grande treta. Não havia ninguém da Embaixada de Angola na conferência. Mas depois da asneira niguém desfez o engano por "verguenza". São àpartes.
º
Resumindo Bob Geldof não disse nenhuma mentira, no seu jeito particular de comunicar sobre estes assuntos. Porquê tanta excitação, tanto nervosismo ? Será por causa de negócios com um dos governos mais corruptos do Planeta ? Talvez ...
O rapazinho angolano ( que já o mandaram para o Extrafísico ) que à uns anos dizia num documentário televisivo - "Isto está mali, mali, mali, mali ...", é que tinha razão.
Bandidos da merda é o que eles são. Não se esqueçam que tudo é cobrado. Mais tarde ou mais cedo.
Quem sabe sabe e o BES sabe.



Fica um video para pensarmos nisto e não só. Art of Noise - Moments in Love.

9 comentários:

Ferroadas disse...

Mais um país em que os petrodólares não servem o povo e o seu desenvolvimento, mas sim uma corja de f...da p...., corruptos e ladrões, e que certa banca cá do burgo se associa e apoia.

Abraço

Marreta disse...

Convidaram o homem, do que é que estavam à espera?!
O homem não tem papas na língua nem se vende. Por isso é que anda por aí na miséria, bem ao contrário dessas sangussugas dos bancos que apresentam lucros milionários anualmente.
A frase do Ulrich resume a filosofia desta gentalha: "O país só avança quando for possível às empresas despedir à vontade."

São disse...

Mas que se pode chamar ao grupo que se apoderou do poder em Angola?!
E que se esperava dos grupos portugueses que lucram com aquele estado de coisas?!
Feliz fim de semana.

Miss Piggy disse...

Pois é meu amigo "quem sabe, sabe", sabe como fazer as coisas de forma as pessoas não se revoltarem, mas tudo tem um fim. Essas pessoas aproveitam-se da fraqueza desses povos, pois não têm meios de subsistência, e assim os calam com "umas migalhas".
Felizmente e infelizmente para essas pessoas que existe algumas consciências que não deixam passar esses assuntos em branco e ai a coisa fica preta, e bem preta... pois todos se querem escapar e fugir das responsabilidades...
Eu gostava de pensar de forma diferente mas... é-me impossível, pois sei que nada vai mudar vai sempre existir uns GRANDES PORCOS a aproveitarem-se das carências dos mais desfavorecidos...
como costumas dizer ESTAMOS NA SELVA... comem-se uns aos outros.


Beijinhosss e Abracinhossss

Kaotica disse...

Ah,ah! Também te vim apanhar num momento de uma certa raiva por esses crápulas todos. Temos é que fazer todos desta raiva força e nunca parar de os desmascar - boa Geldof, quem me dera que todos os famosos aproveitassem a sua visibilidade para os desmascarar nas suas próprias barbas e os fazer desmoronar!

Bom fim de semana!

poesianopopular disse...

zorze
confesso ser a primeira vez que tal oiço, mas não me admira na medida em que os interesses portugueses, estão novamente instalados em Angola e na Guiné do sr. Nino Vieira a grande verdade é que os Países detentores das matérias primas, aliam-se aos grandes grupos económicos e fazem o jogo deles lamentávelmente África trocou uns ditadores por
outros, em angola o bolo era dividido por dois Savimbi e Dos Santos, uma vez que este decidiu aliar-se aos americanos, o savimbi deixou de ser necessário e passou a ser incómodo, aré que, aconteceu o que todos sabemos!
Abraço amigo
Manangão

Anónimo disse...

O Grupo BES esta semana levou um chumbo europeu ao projecto que apresentaram com o selo PIN (dado pelo engenheireiro Sócrates) para a herdade da Comporta. O que se prepara para o litoral alentejano, e o que já se faz em Troia, é uma coisa absolutamente sinistra, com a cobertura total deste (des)Governo de fdp.
Atenção que não sou ecologista fundamentalista tonto, sou apenas um contribuinte a quem o Governo não dá autorizações de construção para fazer uma casinha junto ao mar, que não tem dinheiro para comprar as casas que lá se estão - e vão - fazer, e que quando aquela merda começar a afundar, como em Veneza, ainda vou ter de pagar as obras para as casas continuarem fora de água. F"*d@-se!!!!!!

The Mick disse...

Hi. I'm Bob Geldof. Just cruising the waves for some reference to my seriously fucked up innuendos on the interview - sorry, man but I was way to high on some shit to really remember.
Still, you seem to have nailed it, pretty much I think - way to go, man.
Perhaps there's still a chance for Portugal - keep it real man!
All the best

caracolinhos disse...

Pois angola,onde há tanta gente pobre e com fome,e os presidentes que por lá passam estão cheios de guito e não dão a ninguém.
Ah pois é e quem não tem pais ricos nem ganhou lotaria o que é que faz,vai ao BES olololol.
Eu prefiro banco é caixa lololol,é um slogan muito melhor sem dúvida.