quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

E eu que julgava estar imune II

Acabo de receber uma batatinha, perdão, prémio do meu caro amigo bloguista José Manangão autor de um blog muito melhor que o meu - http://poesianopopular.blogs.sapo.pt/ . Podem também acedê-lo através das Ligações Interessantes deste blog.
º
A qualidade dos prémios derivam da qualidade de quem os atribui e quando vêm de um poeta de grande qualidade como tu ganham mais importância.
º
Tens razão quando dizes que a solidariedade não tem limites, mas se fosse aplicada na práctica e por mais gente, certamente, viveríamos num mundo melhor. Muita rectórica, muitos argumentos, muito boas intenções... A realidade é que é bem triste, infelizmente. Com uma picadinha aqui e uma picadinha ali se vai tentando desmontar as porcarias que se fazem por aí, neste mundo globalizado e acelerado, tão cheio, de manipulação e desinformação.
º
Um Abraço do Tamanho do Mundo.

3 comentários:

poesianopopular disse...

Bem hajas amigo pelas tuas palavras simpátics.Abraço
José Manangão

Soontir Fel disse...

OS meus sinceros parabéns ao Sr. Zorze por ver a sua ilutrre carreira bloguística finalmente reconhecida.
Muito em breve será agraciado tamebm, estou certo, com a comenda internacionalmente reconhecdida do Croquete, podendo então orgulhosamente ostentar o selo do Croquete e do Batatinha.
Companheiro, camarada, palhaço, um sentido abraço deste teu amigo ausente.

Papiscuds disse...

Espero que continue a ser reconhecido pelo trabalho até então realizado. É bom sinal.
Não ligue a provocações e continue, quem saiu do 313 e foi p/ o 386 pensa que já é grande.
Um abraço do Arq.