segunda-feira, 14 de abril de 2008

Porque é que não nascemos logo no Paraíso ?

Descendemos da macacada mais agressiva, violenta, bélica e má. Extinguimos outras variantes com níveis de desenvolvimento bastante bons. Como carnívoros, ajudou-nos a desenvolver o nosso cérebro mais rápido que os outros, e com, a nossa natureza assassina e pouco tolerante à diferença chacinamos os outros. Agora passado todo este tempo cá estamos com menos pêlos e mais vestuário iludidos que sabemos tudo.
O medo de cair, por exemplo, vem do tempo em que saltava-mos de galho em galho ( Carl Sagan, in Dragões de Éden). Hoje a selva é outra, mas, a informação genética foi passando.
Em baixo o vídeo de Valete (rapper português de grande qualidade) - Revelação - com uma abordagem do tipo católica. Deus e o Diabo.
À parte da religião, politiquice ou status de cada um o vídeo - com música excelente - tem notóriamente cunhas mentais de outras dimensões não físicas, o talento imenso, de Valete não é só deste mundo insano. A força e a raiva contida na letra é supreendente.
O inferno é o Planeta Terra, que, por acaso, é aquele em que nós habitamos por determinado período de nossas Séries Existenciais.
Uma observação do meu colega e amigo Olivar puxou-me para um pensamento - a Pessoa Humana. O Papa e seus seguidores referem com ênfase subliminar e não por acaso à Pessoa Humana. Sabemos que neste Inferno nem todos são Humanos a começar por dentro dessa Instituição e abrangendo toda a sociedade dita Humana.
Meus amigos, não é pessimismo, a natureza humana é tendencialmente má de raíz. Nesta grande Escola-Hospital que é o nosso Planeta, ensinar e tratar é difícil, mesmo muito difícil.
Ajudar - e não esmola (que é apenas a satisfação do ego de quem dá e a perpetuação de quem recebe) - Ajudar (ensinar a pescar e não dar o peixe) o outro sem interesse no estado evolutivo em que nos encontramos é pieguice ou parvoíce. Ouve-se todos os dias alguém a dizer - Eu ajudar! Se ninguém me ajuda? Por que hei-de ajudar os outros?
Temos de vez em quando vislumbres de bondade e ajuda no nosso mapa-mundi como pingos de Amor. Existem por aí espalhados no nosso Planeta algumas consciências que vão remando contra a maré desumana.
As nossas dúvidas existenciais:
- Coca-Cola ou Pepsi ?
- O Bem ou o Mal ?
- O Ser ou Não Ser ?
Temos que ter a ilusão de que escolhemos algo...

4 comentários:

poesianopopular disse...

meu caro zorze

O que para aí vai de dezalento!
Então em vez de coca-cola ou pepsi, não será muito melhor o branco ou o tinto, o bem eo mal dependem do conceito da sociedade, porque não, antes a solidariedade?
Ter a ilusão que se escolhe algo é igual a "tanto faz" e entre o ser ou não ser, toda a vida ouvi dizer que "vale mais ser do que parecer"
Vamos ser conbatentes de tudo isto que repudiamos, está tudo nas nossas mãos amigo!
Abraço
José Manangão

Miss Piggy disse...

Amigo Zorze este tema ja foi debatido em alguns dos nossos encontros, neste lindo planeta azul que é tão podre... onde as pessoas parecem que usam umas palas como os cavalos para não verem o que se passa a sua volta. O que importa a maioria das pessoas é que se saiba o que fizeram e não o quê do fazerem. Por vezes penso que estamos a voltar ao tempo das cavernas... e ja faltou mais para nos comermos uns aos outros....
Não concordo com o José a mudança não está nas nossas maos pq os que pensam desta forma são uma gota no oceano, por mais que faças vai continuar tudo na mesma....


Beijinhosss Docessss

olivar disse...

O binómio BEM-MAL sempre existiu, e sempre existirá, cabe-nos a nós conseguir distinguir, tarefa ardua essa!!!....Por vezes esses confundem-se, há "n" exemplos disso, Bono Vox, AMI, Greenpeace, etc, entre outras Instituições de crime organizado, que profetizam o "bem", mas visam apenas o lucro económico e outras aldrabiçes!!!!....

casadegentedoida disse...

Caro Amigo, como já referiu antes (não me lembro em que artigo foi, ou se foi nas nossas conversas de Ubatuba) estamos neste Mundo e temos um caminho a percorrer em direcção ao conhecimento. Este caminho por vezes é tortuoso, complicado, cheio de desafios que temos de ultrapassar para, como o disseste um dia, passarmos ao patamar seguinte na pirâmide da Evolução. Temos de levar em conta tudo o que se passa a nossa volta, são sinais de que algo vai acontecer, mais cedo ou mais tarde, vai acontecer. Como? É um mistério. O quê? também é um mistério. Devemos é tentar levar a nossa vida da melhor maneira que possamos, aproveitarmos todas as coisas boas que são colocadas a nossa disposição. Misérias? Toda a gente tem, uns duma maneira e outros doutra. Fome? toda gente passa, uns de alimento físico, outros de conhecimento, outros de alimento espiritual. O Bem e o Mal, foram eles que criaram este mundo, cada um a sua maneira e os dois em conflito eterno, cada um querendo ter mais espaço que o outro, querendo dominar mais e mais (parece-me que estou a seguir uma tendência religiosa, será melhor ficar por aqui).
Assim, bola prá frente que atrás vem gente, curte numa boa esta vida que é curta, aproveita os seus prazeres, não te agarres tanto as coisas materiais e assim talvez possamos ser todos mais felizes.
Abraços.