quarta-feira, 31 de março de 2010

Caribbean Quenn

São daquelas coisas fantásticas da vida.
Um certo noir, um certo je n'est ce pas quoi.
Da teoria do cagalhão ao cavalo, tudo é possível. Pois não há impossíveis.
Apesar de um dia a dizer que não dá seguindo uma matrix, a minha cabeça estava voltada para outras dimensões, diga-se de passagem.
A mente e o poder da mente tem coisas do arco-da-velha.
E o hoje que o CERN acertou a sua bombinha de brincar. Vejam lá o que fazem!
Imagino centenas de cientistas a estudar o olho do cú do universo. Frenéticos!

2 comentários:

Diogo disse...

O «buraco negro do CERN» é uma mentira colossal que custa uma fortuna aos contribuintes europeus.

Abraço

Red Eagle disse...

E leva a concluir outra coisa... Que há muita gente sem vida própria...