sexta-feira, 24 de abril de 2009

O discurso da (in)coerência



Sobe-se os impostos, ou desce-se? Então, óh camarada! Em que é que ficamos?
Esta discrepância linguística tem apenas 3 meses de clarividência viajante, no Espaço e no Tempo.
A diferença entre o candidato e o eleito.
A política do bota-abaixo. E como será a política do bota-acima?
A culpa de tudo o que corre mal é da crise. Uma malandra a crise.
Porque é que não prepararam o País para a tempestade que já se sabia que iria vir? Apesar de dizerem o contrário. Logo estão a dizer que como governo não tinham capacidade de visão.
Vivemos um dos governos mais incompetentes de sempre. Não é fala-baratismo, é a realidade.
Na sua vigência, cresceram o número de desempregados, o fosso entre ricos e pobres aumentou, a insegurança laboral cresce a uma velocidade alarmante e as pseudo-reformas geraram das maiores desmotivações de classes; professores e polícias como exemplos principais. E a mais grave de todas a criminosa "mexida" no código penal português. Aí entrou-se no campo do pior que pode haver da imperfeita raça semi-humana. É de pulhas que lidamos, e num País como Portugal, a fácil propagação destes organismos hostis ganham um nível de perigosidade mais elevado, pela reconhecida maleabilidade popular e acreditar com relativa facilidade nestes visionários ambiciosos.
Genéricos à borla para idosos com rendimentos inferiores ao salário mínimo nacional em época pré-eleitoral, a história repete-se.
A música a seguir num excelente inglês técnico é para o (des)governo de marionetas actual.

3 comentários:

Pata Negra disse...

Incompetentes?! Então eles é que sabem: às segundas mandam poupar para incentivar a poupança e aos domingos mandam gastar para incentivar o consumo! Eu faço o que eles mandam! Gasto tudo ao domingo para não ter que gastar na segunda!
Um abraço coerente com o selo Pata Negra

Diogo disse...

«É de pulhas que lidamos»

Exacto. E para lidar com estes pulhas não é brincar (à democracia) com urnas com buraquinhos para papelitos dobrados. É com urnas mais volumétricas, mais avantajadas...

Susana Garcia disse...

esse palhaço do Sócrates só diz parvoeiras lol.Eu cá para mim é hear no more e see no more ahah!!!incompetente é o que ele é.só dá barraca e ´so percebe de Magalhães.
beijinhos