quinta-feira, 20 de maio de 2010

Sharing the night

Existem finais de tarde que vêm revestidos com uma certa magia, normalmente e apenas para o pujé que a sente no momento. Noutros contextos não seriam nada.
Apanhado de surpresa pela a emissão radiofónica da m80, enquanto parado num semáforo, com uma ambulância a passar e carros da polícia, não fui capaz de ouvir as sirenes.
Com um pôr-de-sol transcendental, a que de ao longe até o alcatrão brilhava e dentro dum espaço fechado com o pisca-pisca ligado, aguardava tranquilamente a minha vez de passar, ao som do vídeo em baixo. Enquanto ao mesmo tempo em diferenciais sob várias formas de dimensão me trespassavam em simultâneo raios solares, mostrando toda a sua energia imanente.
Na passadeira em frente, arrastava-se uma coxa em sofrimento, segurando com uma tremenda força os seus sacos do modelo, as suas compras. Num relance de olhar, 80% eram bens de primeira de necessidade, e olha, que estamos a meio do mês. Do outro lado se cruza uma mulher de mão dada com a sua filhinha, olhitos cheios de esperança.
Entretanto, no cruzamento, passam carros para lá e para acolá.
Luz verde, continuo... Just a moment, uma música ao acaso.

2 comentários:

Red Eagle disse...

Grande som

Saudações Chaladas

Diogo disse...

«Num relance de olhar, 80% eram bens de primeira de necessidade, e olha, que estamos a meio do mês»


Dentro em pouco será ao fim da primeira semana.