domingo, 11 de abril de 2010

Noites Espirituosas

Há umas semanas atrás a câmara do meu telemóvel captou um espírito num desses espaços denominados de diversão nocturna.
São atraídos pela música, principalmente, a ritmada e repetitiva, o som do batuque. É a música o maior chama aliada a muita exteriorização de energia pelos seres intrafísicos, ou seja nós, e sem esquecer que essas exteriorizações energéticas vão com pensamentos e emoções.
Sendo assim temos reunidas as condições para um potentíssimo chama espiritual atraindo uma verdadeira multidão de seres de outras dimensões.
Principalmente para vampirizar energéticamente e também sentir os prazeres da fisicalidade como; beber, fumar e sexo. Muitas vezes através de cunhas mentais influenciam e favorecem para que tais situações ocorram. Como as pessoas já vão com alguma predisposição, juntam-se assim a fome com a vontade de comer.
Estando dessa forma as consciências em estados mais alterados e com os cofres mais abertos, os espíritos têm as portas escancaradas para circularem à vontade.

Já os índios e algumas tribos africanas já faziam e fazem esses chamas, mas esses com intenção e normalmente para comunicarem com os seus antepassados. Os processos na sua base são os mesmos, música repetitiva, som de batuque e danças repetitivas. Nalguns casos chegam a níveis de possessão mediúnica incríveis.
Resumindo os rituais ocorrem por todo o mundo, sendo as intenções e os propósitos diferentes.

No vídeo em baixo na mesma noite da foto em cima, vê-se esse ritual nos moldes das sociedades ocidentais e como as pessoas não os vêem, tomam individualmente todos os pensamentos e atitudes como seus, desconhecendo que os espíritos ouvem, influenciam e favorecem determinadas situações e/ou relações conforme os seus interesses.

Por isso muitas vezes, na manhã seguinte o indivíduo se questione ao acordar, quem é a matrafona que ronca ao seu lado na cama - quando à noite por via da ingestão de hidromel - parecia uma verdadeira princesa. Aliás o hidromel, verdadeira poção mágica, capaz de transformar qualquer Maria Regateira numa Meg Ryan, Angelina Jolie ou Gisele Bundchen. O fenómeno também é verdadeiro para as mulheres que também passam a ver Tom Cruise's e Brad Pitt's por todo o lado quando certas e determinadas quantidades de hidromel lhes corre nas veias. Não é por acaso que se denominam como bebidas espirituosas.
Outros acabam a noite enrolados à sanita expurgando o seu interior até à bílis.
Outros ainda, nem se conseguem levantar, tal a cardina da noite anterior, precisando no dia seguinte de tomarem bebidas refrescantes e tonificantes, para recuperar a ionização do corpo, bem como, o reequilíbrio chákrico.

Mas, meu caro leitor, não se apoquente, nem tudo é mau. Uma boa noitada também tem as suas vantagens, desrreprime o cérebro e sempre se limpa o carvão.

video

7 comentários:

Olivar disse...

Extremamnete interessante este artigo! Ò Zorze, gostaria que desenvolvesses mais este tema.

Diogo disse...

Meu caro, continuo um materialista empedernido, o que não significa que não goste de uma boa noitada.

bicho disse...

Quem diria, hein?
Um bom retrato da night. Força nisso, Zorze!

Red Eagle disse...

Brutal este artigo...

casadegentedoida disse...

A variedade de locais de diversão nocturna é tanta que até os extrafisicos vascilam nas escolhas. Eu, particularmente, desde que conheci o HK ainda não encontrei lugar melhor para sentir essa energia no ar. E posso dizer com conhecimento de causa que havia lá cada espírita que não me importava de andar por ali perdido. Mas enfim, essas coisas são assim, só quem anda no meio deles é que sabe, e nós sabemos.
Abraços e parabens pelo post, esta extraordinário.

Pata Negra disse...

Sacana do espírito não passou nos flip-flops do processador deste PC!... E também acreditas em vassouras voadoras? Eu não mas acredito que alguns dos homens que voam andam com vassouras para abrir caminho entre os espirítos!
Um abraço espiritual

Camolas disse...

Não tenho webcam, vendia para comprar vinho e queijo