sábado, 24 de julho de 2010

Hoje não estou cá

5 comentários:

Diogo disse...

Vídeo relaxante.

«A morte é apenas física, não há despedida mas um até já, serenidade, sono de morte, transição de uma vida para outra»

Eu não me fiaria nisso.

Abraço

clitórix disse...

nalguns casos, "ele" há individuos que gostaria de ver pelas costas permanentemente, e não dizer-lhes, "então, até já", mas sim um, "vai p'ró INFERNO, Filho-da-puta!!!!

Red Eagle disse...

Também tenho a mesma sensação do Clitórix...
Em especial aos filhos da puta de farda e que andam com radares atrás da moita. Se pudesse enfiar.lhes uma bazucada no cú fazia-o...


Saudações Chaladas

Zorze disse...

Diogo,

Não me canso de te o dizer, um dia vais ver!

Clitórix e Red Eagle,

Começo por dizer, que sou a favor da pena de morte, e que esta discussão nada tem haver com o avanço da civilização.
Hoje Julho de 2010 está a ser julgado um dos dirigentes dos kmers vermelhos no Cambodja, em sua quota parte, responsável pela morte e tortura arbitrária de 1.700.000 pessoas.
Uma faca espetada no pescoço com movimentos a rasgar-lhe a face, iria mais ao encontro da justiça.

Por outro lado, existem pessoas de gerações mais antigas, que as ouço com muita atenção, que nos passam a sua sabedoria de vida, de longas vidas. A vida ensina e muito, e para quem passe essas experiências, haverá sempre quem as ouça. Eu sou um deles.

Clitórix disse...

Pois é! Mas Pol Pot não foi o pior, Staline, esse matou mais que ele, Hitler e Gengis Kan, todos juntos.