domingo, 1 de março de 2009

L'Origine du Monde


Em Portugal, criou-se uma meia polémica devido a esta figura a óleo de 1866 que capeava um livro presente numa Feira do Livro em Braga. A peça em causa é um quadro a óleo de Gustave de Courbet (1819-1877) com o título de "A Origem do Mundo" exposto no Musée d'Orsay em Paris, França.
Braga - cidade dos Bispos - e onde a religião católica ainda detém uma influência suficientemente capaz de subordinar outras instituições, fez com que a PSP local imbuída de uma autoridade angelical confiscasse pouco menos de meia-dúzia de livros ali expostos a bem da decência dos visitantes do certame. Logo depois corrigiu "à força" sob ordens centrais, pois afinal, tratava-se de um mal-entendido. Era uma obra de arte e não pornografia.
Fortemente denunciada esta censura, em pleno Séc. XXI, pela comunicação social e, principalmente, pela Blogosfera em geral, atenta e independente.
Agora após a poeira ter caido e muita tinta ter corrido é tempo de uma opinião com outro ponto de vista.

Primeiramente o título da obra "L'Origine du Monde", em português, "A Origem do Mundo", na qual o autor dá ênfase ao nascimento da Vida. Coloca-se aqui a eterna questão - quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha?
Ou seja, a mulher representada na tela, teve que ter indubitavelmente, outra mulher que a parisse, logo a origem fica aqui posta completamente de parte. Poderá-se dizer e de forma mais correcta "A Origem de uma Vida".
Agora quanto à questão da origem do Mundo, julgo, que ninguém sabe. Mas, isto é especulação, quem sabe haver quem saiba.
Por isso na minha opinião, sem querer desrespeitar o autor, renomearia a obra para "O Portal entre Dimensões", afigura-se mais acertado.
Dentro do argumento de que, o útero da Mulher é a maior e mais eficaz câmara de materialização de espíritos não corpóreos. Cingo-me apenas ao Ser Humano para não complicar a linha de pensamento de forma entendível ao leitor.
Representa "a Viagem" de uma consciência numa dimensão extrafísica para a ressoma no mundo material através de um processo bio-energético complexo. Logo, o Portal entre Dimensões. O qual quase todos nós passamos. Quase, porque, hoje em dia o lucro fácil a par do desenvolvimento tecnólogico da Medicina, através da Cesariana que serve para resolver problemas complicados e que muito contribuiu para a diminuição estatística dos nado-mortos, hoje serve para Hospitais e clínicas privadas que apercebendo-se de que a gestante tem um bom seguro de saúde ou um bom sistema de comparticipação estatal, e por "tuta e meia" optam pela Cesariana. É a terrível "Mafia de Branco" em actuação, merecedora só por isso, de um post dedicado só para eles, a sair brevemente.
Voltando à passagem entre dimensões, na qual o Ser atravessa o referido Portal, para mais uma Vida, do qual entre vários objectivos, existe um que é igual a todos os outros. A limpeza de karmas, resolver os karmas passados e através de uma vida de amor sair para o outro lado mais limpo.

Isto é como um episódio que me ocorreu há uns anos atrás, quando num intervalo no trabalho no café da manhã e quando saia do café e através da minha visão periférica constatei que não havia mais ninguém, quando ouço uma voz - Desculpe o senhor arranja-me um cigarro?
Olho para trás e sem me assustar de repente, vejo o Homem-Elefante com um tremendo bócio no pescoço - Toma! Disse eu dando-lhe um cigarro. Quando nisto passa uma carrinha funerária com o número de telemóvel no vidro do Dr. Fonseca Galhão.
- Tenho os pés quentes. Diz um trauseunte.
- Pode ser do ácido úrico. Respondo eu, - Mas deixa isso para amanhã. Complemento sem ter a certeza do que digo. E isto é a maravilha aleatória da Vida.

Voyage, voyage.

6 comentários:

Diogo disse...

The Way We Go Ins and Out of Life...

Abraço

mugabe disse...

A descoberta do gene humano não responde a isso ???

Abraço!

Pata Negra disse...

Tirem-me essa imagem da frente!
Não conseguiremos mudar este país en quanto não o compreendermos! Não conseguiremos mudar este governo se não o sangrarmos!
Um abraço original

casadegentedoida disse...

"A Origem do Mundo" Não li o livro nem sei de que assunto se trata mas uma coisa penso que é certa, se não fosse esse "buraco" não estariamos da maneira que estamos. Da mesma maneira que nos dá satisfação também dá chatices, por causa dele muitas complicações já surgiram, muitos homens morreram, muitas guerras se fizeram, muitos impérios caíram´, muitas famílias se desfizeram. Por mais problemas que dê todos queremos ir pró "buraco", e quantas mais vezes melhor. Façam favor de deixar o "buraco" quieto que esse (o do livro) não fez nada a ninguém, senão vão mas é prá "cona da mãe". Fiquem Bem.

Ana Camarra disse...

Zorze

Já é a terceira vez que tento comentar aqui, tens um firewall contra mim?
Só dizer que esses senhores foram feitos num acto triste programado, sem paixão e amor, os progenitores copularam através de um buraco num lençol, num dia marcado.

Tristeza...

clitórix disse...

Por acaso já lambi ratas menos peludas, no entanto essa parece-me boa, chlép!!!
No respeitante aos moralistas ("faz o que eu digo, e não o que eu faço"), esses primatas inergumenos, cabe-me exprimir o meu mais profundo nojo, pois essa escumálha está em todo o lado, tendo o tique das superioridades moral e intelectual, na realidade nada das duas possui!!