segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Ney Matogrosso

Na habitualidade deste blog universalista trago mais um génio na arte da fascinação. Depois de Cazuza e Roberto Carlos outros se seguirão.
Hoje o momento é Ney Matogrosso, talento puro. A Brasilidade na sua forma explosiva de criatividade e nas entrelinhas, o esclarecimento da razão de Ser Humano. Com H grande.



Na seguinte a, - "Balada do Cachorro Louco". É o maluco-beleza em todo a sua forma expressiva.



E a seguir, Bandolero. Arte pura e genialidade intra-consciencial. O primeiro no Brasil a assumir-se como homosexual. Controverso e polémico.



A seguir. Tchim, tchim!
Cazuza novamente em repetição, dos poucos artistas que acederam a patamares de genialidade em sua forma natural, aguardando novo post. Usando a magia do evocattio.


9 comentários:

Utopia das Palavras disse...

É efectivamente um génio!
Um dos meus ídolos.

Abraço
Ausenda

Ana Camarra disse...

Por acaso tens de me explicar a magia do evocattio!
Só me lembro do Harry Potter, desculpa.
Pronto gosto muito mais destes do que do Roberto Carlos, aliás Ney é um artista por si só com a sua forma especial de fazer espectaculo.
Felizmente já vi ao vivo, sorte a minha.
Faltou aí uma das que me tocam, por tudo, mas acima de tudo pela forma de interpretar de Ney, A Rosa de Hiroshima.
Fabulosa!
E a cantar da fados da Amália, arrepiante.

Obrigado

Beijocas

Diogo disse...

A música é das mais felizes formas de comunicação que existem. Onde a informação é emoção.

olivar disse...

Afinal, porque é q não se fala de músicos portugueses, hum?
Que tal Herois do Mar, Rockivários, Opera Nova, Táxi, Iodo,Tò Neto, etc, etc?
Porque terão de ser artistas extra-europeus, de influência anglo-saxónica (nomeadamente, norte-americana, ops, desculpem, "estadunidense")????
Pensem bem,....muito bem!!!:::::

Zorze disse...

Falarei num futuro próximo

poesianopopular disse...

Zorze
Adoro ver o espectáculo do Ney Matogrosso!
Abraço

Pata Negra disse...

Que raio de força é esta que nos faz gostar tanto da música brasileira?
Um abraço grosso

Zorze disse...

É a magia maluco-beleza que não vemos.
Mesmo com óculos com o desconto da idade.

Abraço,
Zorze

SENSEI disse...

Pronto, lá foste buscar o Freddy Mercury Brasileiro, olha gosto de muitas músicas dele, quase todas, também gosto do seu Show Off, ainda tenho 1 ou 2 33rpm em vínil.
Mas do Roberto Carlos, desculpa lá, gostos são gostos!... Mas se tu gostas ainda bem!... Para mim o Ney é de longe superior, olha, para ser 100% honesto, nem sequer consigo comparar, tal não é para mim a diferença de plataformas em que cada um deles se encontra.

Ouss