quinta-feira, 29 de maio de 2008

Coisas Imaginárias

Das várias definições de ficção escolhi esta da Enciclopédia Larousse: "Acto ou efeito de simular, fingimento; criação do imaginário, aquilo que pertence à imaginação, ao irreal; fantasia, invenção". Isto para chegarmos à ideia que vivemos num mundo completamente ficcionado, refiro-me aos preços de bens materias e não materiais. A Lei da oferta e da procura serviria na sua génese para equilibrar preços e produções consoante as variáveis da oferta e procura. A explicação lógica tem a melhor das intenções, logo, viveríamos num mundo mais justo e com o preço mais justo. Só que a natureza humana consegue desvirtuar em absoluto este sistema, que, poderia resultar numa comunidade de seres éticos e com respeito pelo o próximo. Mas como o nosso estado evolutivo ainda é a selva, acontece exactamente o contrário.
º
Vejamos, na nossa sociedade, uma pessoa que fala sozinha, que diz que vê coisas que mais ninguém vê, diz-se logo que está maluquinho ou não é muito certo da cabeça. Vamos agora supôr a seguinte situação:
"Um homem chega a casa depois da sua jornada de trabalho e a sua mulher pergunta-lhe como correu o seu dia, ao qual ele responde - Olha eu hoje comprei uma produção de trigo que ainda não existe e vendi 2 toneladas de café da Indonésia que ainda não foi cultivada e tenho três petroleiros parados no oceano à espera que o preço suba mais um pouco. A mulher diz-lhe - Querido voltaste a esquecer-te de tomar o Prozac outra vez!" (esta última sou eu a brincar).
Ou seja, o mercado de capitais, é o irreal, aquilo que não existe, a ficção, só que, revestido de seriedade, credibilidade porque se dá valor a isso. Todos os dias úteis se transfere muito, muito dinheiro de uns para outros. É tudo virtual. Ninguém vê a cor do dinheiro. Tudo contabilisticamente guardado em suportes informáticos.
Há muitos anos na América alguns financeiros propuseram a agricultores que lhe davam X pela sua próxima produção. O agricultor que dependia do factor climatérico para ganhar mais ou menos, aceitava, porque assim, tinha um rendimento certo. Então se tinha um ano muito bom e o lucro da sua produção era X+Y ele ficava com o X contratado com o financeiro e este ficava com o Y. Se fosse ao contrário ganhava na mesma o X e ficava o financeiro com o prejuízo. Assim foram os primódios dos futuros. Hoje é muito mais complexo, mas, a base é igual.
Que o diga o Société Générale (banco francês) que no ano passado - por intermédio de um seu funcionário - perdeu muitos milhões de euros, ou seja, passaram para outras mãos. Os responsáveis logo se descartaram de que nada sabiam, nem os auditores, ninguém sabia de nada. Descredibilizaram o rapaz dizendo que ele não era muito certo e tal, técnica habitual. Só que, quando ganhava dinheiro para o banco estava tudo bem.
Os preços das acções das empresas não reflectem o real valor das mesmas. Especula-se, espalham-se boatos, são dadas informações a conta-gotas, tudo, para manipular os preços, e claro está, ganhar dinheiro. Há conta de quem ? Não interessa.
Nos luxuosos restaurantes de Manhattan decide-se o fecho de fábricas no outro lado do mundo. Importa lá se há pessoas que deram quase uma vida inteira de trabalho para a empresa. Tudo está no deve e haver.
Veja-se por exemplo o caso da Galp no Brasil. Estratégicamente sai a informação que se descobriu mais um poço de petróleo e logo as acções disparam. Quando já têem a informação toda, compassam-na no tempo para subir o valor das acções a seu bel-prazer.

º
Diamantes, outro exemplo, de manipulação artificial de preços. Sei através de um familiar que trabalhou muitos anos numa Companhia Belga na Lunda Norte em Angola que diamantes há muitos. Mesmo muitos. E que depois da independência também serviu para financiar a máquina de guerra da UNITA. Nos pescoços de muitas madames brazonadas e nas colecções de jóias de casas reais está uma pequena percentagem dos diamantes prospectados e lapidados. Existe um monopólio de algumas Companhias Belgas e Holandesas que compram tudo o que aparece e guardam, muito bem guardadinho em Antuérpia e Amsterdão (do que se sabe) muitos diamantes em bruto vindos de África, de zonas de guerra, alguns ainda vêem com sangue de alguém que foi para o Extrafísico. Mas, facto, é que o diamante, é uma pedra preciosa, uma pedra rara e valiosa. Morre gente em guerras inócuas, gente que fica estropiada e crianças que ficam sem Pais. Mas o Preço é que interessa. Azar de quem foi apanhado no meio. Interesses mais relevantes se impõem. O Filme "Blood Diamonds" feito para o mass-market e tirando as Loves Stories que adornam habitualmente estes produtos, está muito bom e mostra bem a questão dos diamantes em África.

º
A questão do sub-prime americano outra ficção imaginária da sobre-valorização dos imóveis, serve de desculpa para tudo, quando se fala de que isto está mau. Lá muita gente não consegue pagar os empréstimos, depois os bancos executam as hipotecas, no final as habitações valem muito menos do que está escriturado e o valor que lhes dão nem dá para limpar o rabo.
º
Por fim a Galp. Todos batem na Galp nos dias de hoje. Entre as petrolíferas a Galp é o elo mais fraco, todos nós sabemos. Mas volto à questão ética. Obviamente que esta situação tem suporte legal e admnistrativo. Mas moral e éticamente como é possível a mesma empresa que compra o petróleo no mesmo fornecedor, refina nas mesmas instalações, tem preços muito diferentes em Elvas e Badajoz. É uma questão a pensar. O nosso (des)governo diz que não tem margem orçamental para baixar o ISP mas não tem qualquer problema em estar a ganhar mais receita com o aumento dos preços.
º
Qualquer semelhança com a realidade deste post é pura coincidência.

terça-feira, 27 de maio de 2008

Tetris

Descobri hoje os gadgets google para blogs. Como es possible ?
Ao lado tem um tradutor um pouco melhor do que já havia, e no fundo deste site, bem lá no fundinho, está o jogo do Tetris. Portanto liguem a música do Finetunes ao lado e se não tiverem pachorra para ler os posts vão lá no fundinho e sempre jogam um Tetris. É melhor usar as teclas do Keypad, porque, as do Cursor movem a página e é uma confusão. Espero que se viciem. Quando se tem um vício tem-se dois ou três. Um vício abre as avenidas do prazer. Ou então, se tiverem alguém por perto a chatear-vos, sempre podem utilizar a frase inventada por um pensador português - Hoje não dá, é que tenhos jogos para jogar !
"Tetris é um jogo electrónico muito popular, desenvolvido em 1985-1986 por Alexey Pajitnov, Dmitry Pavlovsky e Vadim Gerasimov. Pajitnov e Pavlovsky eram engenheiros informáticos no Centro de Computadores da Academia Russa das Ciências e Vadim era um aluno com 16 anos.
O objetivo do jogo é encaixar
tetraminós, que são peças de diversos formatos que descem do topo de uma tela. Quando uma linha é completada, desaparece e dá pontos extras ao jogador. O jogo termina quando as linhas incompletas se empilham até o topo da tela do jogo.
Um dos jogos mais viciantes do início da era dos computadores pessoais, Tetris foi ganhando uma legião de fãs e muitas versões à medida que estes computadores foram evoluindo."
(in wikipedia)

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Subtileza

Hoje façamos de conta que o Inferno Intrafísico em que vivemos é diferente. Na realidade é real. A beleza subtil e gigante que a Vida nos dá é infinita de tudo. Já cá estava antes de poluirmos este Planeta e cá estará quando desaparecermos de cá. A sua harmonia, inteligência e beleza mexe assombrosamente com o nosso interior intímo que cada um guarda secretamente.
Não compreendemos que somos todos parte integrante de um sistema - a Vida. Recebemos constantemente partículas cósmicas nos nossos braços, nas nossas cabeçinhas, em suma, na nossa derme. Como exteriorizamos para o Universo as nossas energias e pensamentos que deambulam pelo vácuo Universal.
Esta força também tem o seu lado negro, que, mostra-se com brutalidade, corta-a-direito, fustiga, destrói e não conhece ninguém quando lança a sua espada. Vão ricos, vão pobres, vão sobrinhos e afilhados. Vai tudo o que estiver à frente. Nas nossas cabecinhas é muito difícil perceber, o porquê ? Mas decerto haverá alguma razão.

sexta-feira, 23 de maio de 2008

Não me venham com merdas !

Este post é do estilo ordinarete - fica o aviso - , mas, é com todo o respeito que me mereçem os nossos deputados. Eleitos para nos representarem e construirem leis para a comunidade que representam. Sugiro que na muy nobre arte de legislar ponham mais ênfase na aplicabilidade da lei. É que leis, temos muitas, mas, a sua aplicação depende do status e situação económica de cada um. Portanto vejam lá esse pormenor, se claro, tiverem um tempinho.
º
A questão dos vôos da CIA que passaram em Portugal para Guantanamo é um assunto importante, mas, q.b. .
Toda a gente sabe que a CIA caga e mija em cima do governo português quando quer. Seja Sócrates, Santana ou Durão. Para quê tanto fogo-de-artifício quando sabemos que os fazem à mesma e às claras. Ou alguém esperava que dissessem - Em Portugal no passaran!!
Com todo o respeito, mas, parece-me que Ana Gomes e Carlos Coelho andam à procura de protagonismo.
O que procuram estes dois, pôr CIA em causa ? A CIA treme por eles. Eles nem estão aí para eles, coitados.
Preocupem-se com o nosso País, o aumento da diferença entre ricos e pobres, 25% das crianças vivem no limiar da pobreza, 2 milhões de pobres, familias super-endividadas, baixos salários, precariedade laboral, filhagem de putagem até mais não.
º
Quanto estiverem nos vossos almoços no 1.15 e afins ao pé de São Bento lembrem-se que há um País a sofrer. A CIA é o que menos lhes importa. O saldo de suas penosas contas bancárias só de olhar são a sua importância diária.

quinta-feira, 22 de maio de 2008

Festival da Eurovisão

Hoje no meu zapping televisivo vejo por uns minutos que estava a dar o Festival da Eurovisão, mudei logo de seguida, pois já não tenho paciência para essas coisas. Mas como não controlamos a nossa mente lá fui ao baú das recordações mentais e lembrei-me do Festival de 1986 realizado na Noruega e ganho por Sandra Kim da Bélgica. Foi a 3 de Maio de 1986 ainda não tinha feito 12 anos. Era um putequinho.
Na escola havia um colega de raça asiática que tinha uma paixão avassaladora pela menina cantora. Era segredo, mas toda a gente sabia. Isto trouxe-me recordações dos amigos da altura (quase que dá vontade de chorar, de saudade). Cada um seguiu sua vida e nunca mais nos vimos. Que belos tempos, não tinha preocupações, e o Mundo para mim era algo sério e ordenado, vamos crescendo e pensando ...
Foi também o ano em que Portugal entrou na CEE, e o ano do Mundial de Futebol - México 86.
Como o tempo passa ?
Aonde estava você em 1986 ?

sexta-feira, 16 de maio de 2008

Projecção Extrafísica: Para-Cidade

ºTive esta Projecção Extrafísica em Outubro de 2007. Antes do despertador tocar às 7H30 estava na fase do acorda, não acorda. Reparei no relógio que eram já quase 7H e que dali a pouco iria me levantar. Já era dia mas ainda tentei dormir mais um pouquinho e às tantas vejo-me numa sala, tipo recepção de Hotel. Fazendo algumas perguntas mentais a mim próprio (técnica que nos ajuda a aumentar a lucidez e a percepção de que estamos no Extrafísico e não a sonhar), com isso, aumento o meu nível de consciência. Percebo que são quase 7H da manhã, que o meu corpo físico está em casa deitado na cama e que estou ali em estado projectivo.
º
Vejo um homem aparentando cerca de 50 anos ao pé do elevador. Estava meio atrapalhado e sem perceber bem o que estava ali a fazer, não falava nem olhava para mim apesar de sentir a minha presença. Mentalmente percebi que aquele senhor tinha falecido há pouco.
Entramos os dois no elevador. Sinto o elevador a subir.
º
Quando chegamos cá a cima, o meu espanto foi tão grande, que nunca mais me lembrei do senhor. Lá em baixo era a cidade onde vivo. Via as pessoas na fila do autocarro, os carros a circularem nas ruas o movimento normal àquela hora. Vi logo que estava na Para-cidade de minha cidade. Não era como eu imaginava, era como se fosse uma pala ligeiramente inclinada para dentro como alguns estádios de futebol, mas, muito larga, uma espécie de anel irregular que era paralela às fronteiras da cidade.
-
O chão, pelo menos na zona onde eu estava era muito colorido. Uma mistura de Alice no País das Maravilhas com o Mágico de Oz. Havia edifícios relativamente simples e àquela hora havia um grande fluxo de consciências extrafísicas. Via eles a atirarem-se para a cidade, tipo avatares no Second Life. Uns para assediarem, outros para ajudarem as pessoas nas suas vidas Intrafísicas.
Fiquei algo supreso por a minha cidade já ter uma Para-cidade, ainda, que algo simples, pois é, uma cidade relativamente recente. Como serão as Para-cidades de cidades muito antigas ?
º
Dou por mim a abrir os olhos já no Intrafísico e vejo que já são quase 7H20. Já não esperei pelo despertador. Fui fumar um cigarrito à janela e fiquei a olhar para o céu. Estava uma linda manhã de Sol e pensei - A grande actividade que está a acontecer na dimensão Extrafísica neste momento e a gente não vê nada.
Com as feições da cara do tal senhor que me acompanhou no elevador pensei em ir visitar os cemitérios da minha cidade para comprovar. Mas lembrei-me que demoram alguns dias, às vezes, semanas para a familia do ente querido que partiu para colocarem na campa os mármores, as dedicatórias (com grande energia de saudade) e a fotografia. Como eu sou uma consciência intrafísica muito preguiçosa fui deixando passar e agora já não me lembro bem da face do tal senhor.

terça-feira, 13 de maio de 2008

Fátima



Ganhar coragem

Nos últimos dias o vídeo que vai em baixo tem causado uma grande celeuma, por, questões monetárias e por questões de visibilidade.
Mas o importante é o momento apanhado no Kruger Park.
A baby-Bufalo é apanhado por um grupo de Leoas que aos poucos tentam asfixiar e afogar o bovino. Também aparece um oportunista Crocodilo a ver se lhe cabia alguma coisa em sorte.
Os Bufalos animais herbívoros e sem experiência de caça começam a revoltar-se com a triste sorte de um azarado igual a eles. Subvertendo as regras da Natureza, a presa transforma-se no atacante e o predador na vítima. É uma questão de Vida e de Morte. Vivem-na todos os dias e várias vezes ao dia.
Eles enchem-se de coragem e voltam começando a cercar as Leoas - talvez o líder ou o mais audaz - enfrenta-as cara-a-cara que é o mesmo que depois atira umas das Leoas ao ar. Fica o trauma. Aquelas Leoas vão pensar duas vezes antes de caçarem um outro Bufalo novamente.
Existem outros vídeos - que não encontrei para trazer até aqui - que mostram a Intelengentzia Animal . Um deles são duas Leoas cercadas por Hienas até aparecer um Leão que estrilhaça a Matriarca, matando o chefe todo o grupo se desorganiza ficando depois mais interessados em saber quem será o novo chefe. E um outro em que uma raça de macacos mata e come uma cria de uma chimpazé. A chimpazé quando chega à sua aldeia comunica aos outros o sucedido, e os, chimpazés armam-se com paus e deslocam-se cerca de 30 Kms. para matar os outros. Vingança.
Dizem que os animais não têm inteligência que é tudo intuição. Meus caros a minha opinião é totalmente contrária. Existe inteligência, sentimentos e emoções. Existe amor, vingança, ciúme, medo e coragem.

domingo, 11 de maio de 2008

Reunião de Condomínio

Ontem tive a minha reunião de condomínio, pois o prédio já está todo vendido e o construtor quer passar o condomínio. Após duas tentativas em que practicamente não apareceu ninguém, eu incluido, enviou uma carta registada a cada condómino que a partir de data X deixaria de assumir qualquer encargo com o prédio - luz, elevadores, etc. - e segundo a lei quem tinha o apartamento com a maior permilagem ficaria automáticamente o admnistrador.
O qual sentido-se tocado pôs um papelinho há uns dias referindo o facto de que era melhor nos reunirmos para evitarmos males maiores.
Apareci já uns dez minutinhos atrasado para ver se já a coisa estava a andar, e quando, chego à sala do condomínio, estavam todos encostados à parede à espera de que alguém se descozesse.
- Boa tarde - disse eu disfarçadamente.
- Boa tarde - disseram todos a olhar para mim.
- Vamos ver se aparece mais alguém - disse um lá ao fundo.

Após mais um bocadinho apareceu outro. E aos pouquinhos lá se começou a falar. Como sempre nestas coisas, sempre há um profissional. Por sorte tinhamos lá um profissional dos condomínios com caderninho e tudo. Uff, que alívio ! Ainda bem que vivo em Portugal.
Nomeou-se uma comissão para falar com o construtor, sempre houve alguém que se ofereceu.
Depois de hora e meia, bati com as mãos - Bem, então já está, ficam de marcar a próxima - na esperança de dar o terminus meio disfarçado.
Mas um ainda disse - Enquanto ele não resolver a minha infiltração na casa-de-banho eu não pago o que devo.
Pensei para mim "Mas quem é que se importa com isso..."
- Vá então depois de se falar com o construtor é que se vê essas coisas - rematei numa segunda tentativa, e olha, resultou. Bolas, haja paciência. Que eu não tenho nenhuma para estas coisas.

P.S.: Ainda bem que no meu prédio ninguém sabe que tenho este Blog.

quinta-feira, 8 de maio de 2008

Desenvolvimento Sustentável

Na terça-feira dia 6 deu-se uma conferência sobre "O Desenvolvimento Sustentável" patrocinado pelo jornal Expresso e Grupo BES. Estava tudo muito bonito. Até convidarem Bob Geldof activista dos direitos humanos e rock-star.
No Pestana Palace quando Bob Geldof vai discursar leva no pensamento - "Ai que linda enrabadela vou dar nestas queridas".
º
video
º
"Angola é gerida por criminosos". O músico e activista Bob Geldof é o autor da frase, que abriu uma polémica imprevista. Anteontem, numa conferência sobre Desenvolvimento Sustentável, em Lisboa, Geldof disse também que "as casas mais ricas do Mundo estão [a ser construídas] na baía de Luanda, são mais caras do que em Chelsea e Park Lane". O Grupo Espírito Santo, que co-organizou a conferência, reagiu prontamente, demarcando-se das afirmações do músico "O Grupo Banco Espírito Santo vem, formal e inequivocamente, declarar que é totalmente alheio e não se identifica com as afirmações injuriosas que Bob Geldof proferiu esta tarde num evento Expresso/BES relativamente ao Estado de Angola", lê-se numa nota tornada pública pelo grupo. Logo de seguida, também através de comunicado, foi a vez dos protestos da Embaixada de Angola se fazerem ouvir, que repudiu as "injúrias" proferidas por Geldof. Para a representação diplomática angolana em Lisboa houve "manifesta má fé das palavras proferidas", dado "o teor infundado das mesmas" e "o desconhecimento do esforço que o Estado angolano tem vindo a fazer para melhorar as condições de vida das populações". ( in Jornal de Notícias )
º
A seguir aparecem os snipers de serviço tentando descredibilizar o pujé - técnica habitual, depois da descredibilização fica anulado o discurso. Revelaram-se os interessados em negócios angolanos. Luis Mira Amaral, Joe Berardo e principalmente o Grupo BES que se demarcou instantâneamente das afirmações de Bob Geldof. Os interesses do Grupo em Angola são mais importantes que o sofrimento da população. Eles até pagaram para ele vir e depois ficaram enrascados. Da próxima façam um pequeno questionário introdutório para se saber do que vêm falar, para não haver chatices destas.
Ai estas queridas cabecinhas pensadoras.
º
O mais engraçado é que soube hoje de fonte fidedigna que na sala quando Bob Geldof falava, um preto levantou-se para ir à casa-de-banho para fazer xixi. Houve logo uma excitada jornalista da Lusa que foi perguntar ao staff da conferência se não era o Embaixador de Angola ou algum representante, ao que os empregados responderam meio atrapalhados - "É, acho que sim, não sei ...".
À noite os telejornais disparam - "Embaixador Angolano retira-se imediatamente após as declarações de Bob Geldof". Que grande treta. Não havia ninguém da Embaixada de Angola na conferência. Mas depois da asneira niguém desfez o engano por "verguenza". São àpartes.
º
Resumindo Bob Geldof não disse nenhuma mentira, no seu jeito particular de comunicar sobre estes assuntos. Porquê tanta excitação, tanto nervosismo ? Será por causa de negócios com um dos governos mais corruptos do Planeta ? Talvez ...
O rapazinho angolano ( que já o mandaram para o Extrafísico ) que à uns anos dizia num documentário televisivo - "Isto está mali, mali, mali, mali ...", é que tinha razão.
Bandidos da merda é o que eles são. Não se esqueçam que tudo é cobrado. Mais tarde ou mais cedo.
Quem sabe sabe e o BES sabe.



Fica um video para pensarmos nisto e não só. Art of Noise - Moments in Love.

terça-feira, 6 de maio de 2008

Cazuza

O Mundo está em ebulição. Como sempre esteve. Que arranquem os cabelos! Digo que é entretenimento, senhores e senhoras. Por isso em (in)coerência trago Cazuza. Cazuza génio, que abalou a sociedade brasileira nos anos 80, pela sua genialidade, pela sua musicalidade, pela sua Brasilidade, pelo seu jeito de Ser.
Filho de Pais ricos, o menino do Rio - carioca puro - viveu os anos loucos do Rio de Janeiro na sua plenitude. Muita droga, muito sexo, muito pôrre. Seus Pais tudo desculparam.
A SIDA ou AIDS (no Brasil) acabou por lhe massacrar o corpo numa altura em que a doença ainda era um pouco desconhecida do grande público.
Transmitia uma musicalidade que na época ainda não tinha sido inventada. Apesar do mau feitio, de menino arrogante, a genialidade estava lá.
Não é para quem quer, é para quem pode. E ele naturalmente a tinha, essa genialidade que falo.
Brasil mostra tua cara e Ideologia foram dos seus maiores êxitos.


A seguir já na fase da doença quando deixava o Hospital após mais uma crise, mostrando todo o seu lado de maluco-beleza.


Os vídeos seguintes, parecem ser do mesmo concerto. A primeira música é " Por é que a gente é assim " no seu jeito genial de cantar serve para as pessoas reflectirem acerca de suas vidas plásticas. A segunda é um dos maiores êxitos do artista "Exagerado".



Cazuza - o qual já conhecia, mas pouco - e estranhamente pouco conhecido em Portugal, trazido pela minha mais recente companheira intrafísica, Silvia Salazar do Maranhão, que me fez relembrar o génio musical brasileiro.
Por último uma música das minhas preferidas - "Quase por um segundo". Mas há muitas mais.

Cazuza ou se ama ou se odeia, não tem meio termo.

sábado, 3 de maio de 2008

III Jantar Blogosférico

Tive o prazer e a honra de participar no III Jantar Blogosférico de ontem. Foi uma noita maravilhosa com pessoas muito interessantes. Durou até às tantas e ali ficou alinhavado o IV, o qual, não faltarei.
Foram horas e horas de tertúlia, até se falou, do estado a que chegamos.
Neste País à beira mar plantado ainda há quem pense, se pergunta porquê e para quê. Eu sou um deles.
Ao leitor mais desatento, pode reparar que a lista nos Blogs Amigos aumentou considerávelmente.
Excelentemente organizado pelo amigo Ferroadas, até tivemos direito a brindes. Amigo - Eu visto a camisola com orgulho.
A imagem de baixo foi surrupiada do blog do Ferroadas.

Aurora Boreal

A aurora polar é um fenómeno óptico composto de um brilho observado nos céus nocturnos em regiões próximas a zonas polares, em decorrência do impacto de partículas de vento solar no campo magnético terrestre. Em latitudes do hemisfério norte é conhecida como aurora boreal, nome baptizado por Galileu Galilei, em referência à deusa romana do amanhecer Aurora e ao seu filho Bóreas, representante dos ventos nortes. Ocorre normalmente nas épocas de Setembro a Outubro e de Março a Abril. Em latitudes do hemisfério sul é conhecida como aurora austral, nome baptizado por James Cook, uma referência directa ao facto de estar ao Sul.
O fenómeno não é exclusivo somente à Terra, sendo também observável em outros planetas do sistema solar como Júpiter, Saturno, Marte e Vênus. Da mesma maneira, o fenómeno não é exclusivo da natureza, sendo também reproduzível artificialmente através de explosões nucleares ou em laboratório
. (in wikipédia)
º
O vídeo em baixo foi-me enviado pela minha amiga Susana, a qual, ainda não conheci in vivo nesta vida. Mas iremos conhecer-nos brevemente. Há muita qualidade ali dentro.
Só hoje vi um lindo texto enviado pela Deusa. Que lindas palavras. Obrigado e desculpa-me este meu jeito de Ser tão ...
º
Ao vermos a Aurora Boreal, vêmos que os bichinhos que habitam este Planeta são tão iguais. Para o Bem e para o Mal. Se é que isso existe ?
Para quê tanta complicação, tanta agressividade, quando todos nós somos iguais em duas fases de nossas vidas intrafísicas. No nascimento e na morte.
Relembro uma frase de Bob Marley: " A vida é uma aventura da qual nunca sairemos vivos".
Pensem nisto e tenham calma.